Arquivo

Posts Tagged ‘Acessórios’

Teclados Bluetooth Dobráveis: Nokia SU-8W vs MSI BK100

1253372373 (19/09/2009) 5 comentários

Nokia SU-8W e MSI BK100

Nokia SU-8W e MSI BK100

O uso de teclados bluetooth dobráveis é particularmente interessante para dispositivos móveis, como uma forma de permitir melhor uso do aparelho por períodos longos, com necessidade intensiva de digitação de texto, ou mesmo em jogos. O principal é evitar uso prolongado de teclados pequenos ou com pouca ergonomia. Com peso e dimensões menores com relação a notebooks, o conjunto dispositivo móvel e teclado bluetooth permite ter uma solução mais discreta (e potencialmente mais barata) para levar em lugares com maior risco de furto ou assalto.

Neste post serão analisadas duas opções de teclado que, apesar de não serem novas, estão em oferta na Internet e podem atender melhor a determinados perfis de usuários. As opções são o Nokia SU-8W, normalmente usado em conjunto com aparelhos da Nokia, e o MSI BK100, com boa adaptação ao Windows Mobile e, comumente, oferecido por um valor mais baixo.

Características Básicas
Características Nokia SU-8W MSI Bk100
Perfil HID (Human Interface Device) SPP (Serial Port Profile)

A primeira diferença importante entre os dois teclados é o perfil bluetooth suportado. O teclado da Nokia trabalha com o perfil HID, com fácil reconhecimento e configuração por computadores. O teclado da MSI tem como perfil o SPP, o qual exige alguma configuração do sistema para ser reconhecido como um teclado e trabalhar corretamente com seu padrão.

Dimensões
Características Nokia SU-8W MSI Bk100
Dimensões Aberto 261*87mm*20mm 300*105*13.5 mm
Dimensões Fechado 132*87*20mm 150*105*19.7mm
Peso 0,199kg 0,180kg

Diferença de tamanho quando fechados

Diferença de tamanho quando fechados

O teclado da Nokia é mais compacto, porém, seu material o torna mais pesado que o teclado da MSI. As dimensões não chegam a ser um fator determinante em casos mais gerais, nos quais a intenção é levá-lo em uma mochila ou compartimento que não tenha uma restrição significativa de espaço. No entanto, elas possuem um grande impacto na experiência de uso, por conta do tamanho e da quantidade de teclas de cada um, discutida nas próximas seções.

Construção
Características Nokia SU-8W MSI Bk100
Painel com 3 luzes indicadoras (ligado, tecla FN e conexão) 1 luz indicadora (variação de piscadas indica modo)
Suporte Menor, com inclinação e altura ajustáveis, adequado também para dispositivos largos (N800) e com apoio da base do aparelho. Suporte largo, com inclinação fixa, inapropriada para dispositivos largos (N800) e sem apoio adequado para aparelhos com material que oferecem pouco atrito
Trava de fechamento Não Sim
Material Metal e detalhes em plástico e borracha.
Aparenta fragilidade e suscetibilidade a riscos e sujeira
Possui faixas laterias de borracha para evitar riscos na superfície do teclado
Plástico com cores escuras (preto e cinza)
Aparenta maior robustez
Possui pequenos “pés” que evitam o contato da superfície com o teclado
Cor Branco Preto (detalhes em cinza)

O SU-8W possui uma construção melhor, formada por um material metálico e com detalhes em plástico e borracha, para evitar marcas resultantes do contato com a superfície na qual o aparelho será colocado. Porém, a impressão que o teclado da Nokia passa é a de que é frágil e está mais sujeito a problemas de uso do que o teclado da MSI. O material de plástico do BK100 permite um uso mais confortável e livre da preocupação de desgaste, marcas ou manchas nas teclas.

Detalhes do material e proteção contra riscos

Detalhes do material e proteção contra riscos

Outro ponto que ressalta essa aparente fragilidade é a cor dos teclados. O branco do teclado da Nokia, apesar de deixar o acessório bonito, pode ser incômodo para algumas pessoas (como eu). A cor branca ressalta as sugeiras e possui uma tendência a ficar amarelada com o tempo, diminuindo seu o potencial de venda no futuro. Novamente o teclado da MSI consegue deixar uma impressão de maior durabilidade, apesar de também estar sujeito às ações do tempo.

Painel do teclado SU-8W

Painel do teclado SU-8W

Os recursos de indicação de funcionamento e o suporte oferecidos pelo teclado da Nokia mantêm o nível de qualidade. No canto superior direito há um painel com luzes indicadoras do estado da conexão, da bateria e da ativação da tecla FN. O suporte do teclado oferece múltiplos níveis de regulagem de inclinação, expansão na altura e uma base para melhor acomodação. Em sua estrutura geral não se vê parafusos ou partes desmontáveis.

Painel do teclado BK100

Painel do teclado BK100

O teclado da MSI possui apenas uma luz indicativa, que muda o padrão das piscadas para informar seu status de conectividade e de carga da bateria. O suporte também é simples e, apesar de ser reclinável para poder ser escondido dentro do corpo do teclado, possui apenas 1 nível de inclinação. A ausência de um apoio alto para a base dos aparelhos utilizados torna seu uso complicado em alguns casos. Ao contrário do teclado da Nokia, é possível localizar parafusos e ver formas de desmontá-lo.

Ao testar o teclado BK100 com o N800 e o E62, foram encontrados problemas com a largura do dispositivo e com o deslizamento do aparelho. O N800 não ficou em uma posição adequada quando deixado sobre a base do suporte e, ao ser colocada sobre o teclado, cobriu parte de suas teclas. O E62, por seu material metálico, com superfície deslizante, caiu sobre o teclado quando alguma tecla foi pressionada.

Suportes com características diferentes

Suportes com características diferentes

Apesar de oferecer recursos mais completos do que o MSI, o teclado da Nokia não apresenta uma forma de travar o fechamento do teclado. O BK100 conta com esse recurso e oferece melhor experiência de uso sobre o colo, como se fosse um teclado não dobrável.

Opção para impedir fechamento do teclado

Opção para impedir fechamento do teclado

Autonomia
Características Nokia SU-8W MSI Bk100
Tempo de uso 50 horas 90 horas
Standby (não definido) 300 horas
Bateria 2 pilhas AAA 2 pilhas AAA

Os dois teclados utilizam 2 pilhas AAA como forma de alimentação, mas aparesentam grande diferença quanto à autonomia (pelo menos de acordo com sua especificação). Enquanto o teclado da Nokia prevê até 50 horas de uso, o da MSI permite 90.

Facilidade de Digitação
Características Nokia SU-8W MSI Bk100
Teclas Teclas pequenas (15*15 mm) Teclas maiores, próximas a de um notebook (18*17.2 mm)
Fileiras 4 fileiras de teclas (números e outros caracteres acessados por combinações de teclas) 5 fileiras de teclas (incluindo numérica)
Layout Funciona com o padrão inglês internacional (teclas acentuadas) No Windows Mobile o driver exige combinações fora do padrão para acentuar letras
Outras teclas Teclas dedicadas ao Symbian
– Mensagens
– Tarefas Abertas
– Realizar chamada (botão físico à esquerda)
– Menu (botão físico do meio)
– Encerrar chamada (botão físico à direita)
Teclas dedicadas a aparelhos com Windows Mobile
– Windows
– Home
– Bateria
– Ok (também usado para fechar)
– Mensagens
– Calendário
– Tarefas
– Notas
– Desfazer

Se o MSI perde quanto às dimensões, seu tamanho garante uma facilidade maior para digitação. As teclas possuem o tamanho padrão de teclados convencionais e as 5 fileiras de teclas mantêm certa fidelidade ao padrão de teclados de notebook. Apenas as teclas das bordas são reduzidas em largura (as das laterais) ou altura (bordas de cima e de baixo), mas as diferenças são de fácil adaptação.

Comparação entre o tamanho das teclas

Comparação entre o tamanho das teclas

Esse conjunto de tamanho, disposição das teclas e tecla de travamento só perde sua grande vantagem quando o dispositivo utilizado não dá suporte ao layout de teclado inglês internacional. Isso força o usuário a usar combinações estranhas de teclas para empregar acentos e outros caracteres. Essa situação foi notada quando o teclado foi utilizado com o Windows Mobile, pelo driver oferecido pelo fabricante.

Cada teclado tem como foco uma linha de sistemas operacionais. O MSI tem um suporte amplo a dispositivos com Windows Mobile, enquanto o da Nokia se destina (pasmem) ao Symbiam. Para o Windows Mobile são oferecidas teclas como Ok (utilizado para minimizar ou fechar janelas), tecla de acesso a Home, além de outras destinadas a aplicativos oferecidos por padrão no Windows Mobile, como calendário, mensagens, tarefas e notas. Para o Symbian teclado o SU-8W possui 3 botões comumente utilizados nos aparelhos da Nokia, que permitem criar e encerrar chamadas e ter acesso ao menu. Além deles há tecla para acesso às mensagens e para o alternador de tarefas.

Cada teclado apresenta téclas destinadas a um sistema operacional específico

Cada teclado apresenta téclas destinadas a um sistema operacional específico

Compatibilidade
Características Nokia SU-8W MSI Bk100
Computador Aceito (Sem necessidade de drivers) Aceito (com necessidade de drivers)
Telefones Nokia Aceito (com driver) Não aceito
Telefones Windows Mobile Não testado, mas há relato de uso com sucesso Aceito (com driver)
PS3 Aceito (Sem necessidade de drivers) Não reconhecido (Instalando um outro SO pode ser possível)
N800/N810 Aceito (Programa já instalado no OS2008) Aceito (Driver kbdd)

Neste ponto o teclado da Nokia se sobressai, principalmente em função da utilização do perfil HID. Além dos dispositivos com Symbian (inclusive o Nokia 5800XM, testado com o teclado), foi possível utilizar o acessório, sem processos complicados de configuração, no computador (Ubuntu e Windows), no Playstation 3, com seu sistema padrão e no N800 (OS2008).

O teclado BK100 pôde ser utilizado em aparelhos com Windows Mobile, no N800 (como apresentado no tutorial) e no computador (Ubuntu), mas em todos os casos o processo é mais trabalhoso e exige que algum driver seja instalado. O Ubuntu e o Maemo foram configurados usando o kbdd e o Windows Mobile precisou da instalação do programa fornecido pelo fabricante para ser usado. As versões testadas do Windows Mobile foram a 6 e a 6.1.

Preço
Estado Nokia SU-8W MSI Bk100
Novo Nokia R$299,00
Saraiva R$240,00
Mercado Livre R$319,00
Deal Extreme $49,94
Mercado Livre R$219,00
Usado Mercado Livre R$259,00 (não encontrado)
Embalagem do SU-8W

Embalagem do SU-8W

Alguns meses antes da criação deste post o teclado da Nokia poderia ser encontrado, na loja virtual da empresa, por R$399,00. No entanto, seguindo uma tendência de descontos notada recentemente (como a do N800 e do N810), foi possível encontrar o acessório por um valor entre R$240,00 e R$319,00. Lojas como a da Nokia e a Saraiva chegaram a vendê-lo por um valor abaixo dos R$200,00, em promoções ou com a utlização de cupons.

Além do teclado, a embalagem do SU-8W possui duas pilhas AAA e manual de instruções. Considerando a característica de mobilidade do acessório, notou-se a falta de uma capa de proteção para carregá-lo junto com outros dispositivos.

Caixa do BK100

Caixa do BK100

O teclado da MSI foi encontrado pelo valor de R$219,00. Porém, em até 2 meses antes da publicação, era possível encontrá-lo em torno de R$150,00. Na Deal Extreme o valor do acessório fica por $49,00, cerca de R$90,00 — considerando a ausência de impostos aplicados para a importação, já que o custo ficou abaixo dos $50,00.

A caixa do BK100 é entregue com duas pilhas AAA, manual de instalação e CD com drivers. Assim como o teclado da Nokia, não há uma capa de proteção, apesar de vir um saco plástico com bolhas que pode ser aproveitado por algum tempo.

Considerações Finais

A queda do preço do teclado da Nokia permite que as demais características dos dois teclados possam ser levadas em consideração para realizar a escolha. Entre as diferenças estão tamanho, suporte variado a dispositivos, experiência de uso (digitação), autonomia e durabilidade.

O Nokia SU-8W tem boa compatibilidade com dispositivos com Symbian e Maemo, além de ser facilmente reconhecido por computadores e outros equipamentos que possuem suporte ao perfil bluetooth HID. Suas desvantagens são o preço, normalmente mais alto, teclas reduzidas, que exigem um tempo de adaptação do usuário, e uma aparência de fragilidade, em função da maior sofisticação.

O MSI BK100 é encontrado por preços menores, tem uma boa autonomia da bateria, com uso mais eficiente de energia, e permite uma boa experiência para digitação, desde que o equipamento aceite a configuração inglês internacional. As teclas possuem um bom tamanho e a fileira numérica garante acesso fácil a números, caracteres e acentos. Além disso, teclado possui chave para impedir seu fechamento, tornando melhor o uso no colo ou superfícies irregulares.

Por outro lado, quando usado no Windows Mobile com o driver do fabricante, exige combinações sem qualquer sentido para permitir a inserção de acentos. Em outros equipamentos existe a necessidade de configurar o teclado de modo a ser reconhecido corretamente.

Leituras e Recursos Relacionados

Driver do Nokia SU-8W para o Symbian
Driver para o MSI BK100

Anúncios

Configurar teclado bluetooth com perfil SPP no Nokia N800/N810

1252539113 (9/09/2009) 3 comentários
Foto do conjunto Nokia N800 e teclado bluetooth MSI BK-100

Nokia N800 usado em conjunto com o teclado bluetooth MSI BK-100

A vontade de aproveitar o teclado MSI BK-100 e fazer melhor uso do N800 me fez procurar uma forma utilizá-los em conjunto. O teclado era usado com um aparelho com Windows Mobile e ficou inutilizado desde que este foi vendido.

Originalmente ele veio com drivers para o Windows Mobile e Symbian e funcionava bem com dispositivos com esses sistemas operacionais. No entanto, não existia qualquer indicação sobre como usar o teclado com o Maemo. Um dos problemas para conseguir utilizá-lo em aparelhos diferentes é o fato de ele trabalhar com o perfil SPP.

Teclados com perfil SPP (Serial Port Profile), em geral, apresentam um processo um pouco mais trabalhoso para poderem ser reconhecidos e utilizados, ao contrário daqueles que possuem o perfil HID (Human Interface Device Profile). Enquanto o perfil SPP emula uma comunicação serial entre dispositivos, utilizando bluetooth, o perfil HID usa a definição de HID do USB e se beneficia da capacidade que este padrão tem de reconhecer os tipos de dispositivos.

A solução encontrada para utilizar o MSI BK-100 no N800 foi utilizar o kbdd o qual, essencialmente, é um driver para teclados seriais e bluetooth com perfil SPP. A proposta deste post é mostrar como utilizar esse driver para conseguir usar teclados bluetooth com o perfil SPP no N800 e N810.

Cortando o blábláblá inicial, atualmente é possível encontrar diferentes teclados bluetooth com o perfil SPP à venda (novos e usados). Muitos dos teclados apresentam um custo menor com relação a teclados com o perfil HID, como o Nokia SU-8W.

Teclados bluetooth suportados pelo kbdd

A lista de teclados que são suportados pelo kbdd é ampla e inclui modelos que ainda são encontrados no mercado (mesmo usados), como:

  • Freedom Keyborard
  • MSI BK-100
  • Smart Bluetooth Keyboard
  • IGO Stowaway XT ou Think Outside
  • HP/Compaq Foldable Keyboard
Processo de configuração

1. Fazer o download do arquivo kbdd.tar.gz

Com o arquivo salvo, é possível fazer as alterações no computador ou diretamente no N800. Para a segunda opção, extraia seu conteúdo e coloque na pasta desejada no dispositivo. Para exemplificar o processo, o arquivo foi salvo na pasta Documentos/Programas (internamente corresponde a /home/user/MyDocs/Programas).

Caso o arquivo kbdd.tar.gz tenha sido salvo no próprio aparelho, é possível fazer sua extração pelo terminal:

cd /home/user/MyDocs/Programas
tar -vzxf kbdd.tar.gz

Com isso foi criada uma pasta /home/user/MyDocs/Programas/kbdd que contém o conteúdo extraído.

2. Encontrar o endereço do teclado bluetooth

Uma das informações necessárias ao kbdd é o endereço do teclado bluetooth. Há diversas formas de encontrá-lo:

No Maemo (usando o N800/N810):

  • Entre na pasta com o conteúdo do arquivo kbdd, no exemplo a pasta /home/user/MyDocs/Programas/kbdd
  • Ligue o teclado e deixe-o em modo de descoberta
  • Execute os comandos
    cd /home/user/MyDocs/Programas/kbdd
    ./btkbd scan
    
  • Como resultado deve ser exibido algo como:

    Root shell enabled
    00:00:00:00:00:00 BT-FoldableKB

  • O teclado foi encontrado. Guarde o nome da pasta no formato 00:00:00:00:00:00.

No Ubuntu:

  • Ligue o teclado e deixe-o em modo de descoberta
  • Abra o terminal
  • Digite:
    hcitool scan
  • Scanning …
    00:00:00:00:00:00 BT-FoldableKB

  • Copie o endereço que aparece no formato 00:00:00:00:00:00 e guarde-o para o próximo passo.

No Windows XP:

  • Em My Bluetooth Places, escolha a opção Search for devices in range
  • Ligue o teclado e deixe-o em modo de descoberta
  • Ao aparecer a opção BT-FoldableKB clique com o botão direito e em Properties.
  • Devem ser exibidas informações como:

    BT-FoldableKB
    Type Unknown:Major(31), Minor(0)
    Device Address 00:00:00:00:00:00

  • Copie o endereço que aparece no formato 00:00:00:00:00:00 e guarde-o para o próximo passo.

No MacOS:

  • Aguardando a Apple enviar um MacBook Air para testes.

3. Modificar arquivo de configuração com as informações do teclado

Acesse o arquivo btkbd.conf que está pasta kbdd extraída anteriomente. No N800, abra o arquivo btkbd.conf em um editor de texto (vi ou PyGTKEditor, por exemplo)
– Para abrir o arquivo em modo de edição é preciso ter acesso como root:

root
pygtkeditor /home/user/MyDocs/Programas/kbdd/btkbd.conf

O conteúdo original do arquivo é este:

#BDADDR="00:0F:6F:00:93:07"
#KBTYPE=btfoldable
#PORTNUM=8 #not needed for OS2008
DEBUG=no #yes
#KEYREPEAT_DELAY=600 # delay before first key repeat (in miliseconds)
#KEYREPEAT_PERIOD=80 # repeat speed

Altere-o de forma a ficar da seguinte forma:

BDADDR="00:0F:6F:00:93:07"
KBTYPE=btfoldable
#PORTNUM=8 #not needed for OS2008
DEBUG=no #yes
#KEYREPEAT_DELAY=600 # delay before first key repeat (in miliseconds)
#KEYREPEAT_PERIOD=80 # repeat speed

As alterações consistem em retirar os #’s que aparecem antes de BDADDR e KBTYPE.

Para saber qual valor deve ser atribuído ao KBTYPE é preciso verificar o modelo na tabela disponível em http://www.handhelds.org/moin/moin.cgi/kbdd#keyboards

O teclado utilizado para os testes foi o MSI BK-100, equivalente ao HP/Ipaq Bluetooth Foldable Keyboard. Por essa razão foi utilizado o código btfoldable.

A última modificação que deve ser feita no arquivo consiste no valor de BDADDR. O valor é o endereço de formato 00:00:00:00:00:00, recuperado anteriormente. Basta substituir o valor original do arquivo pelo valor obtido.

Salve as modificações feitas no arquivo.

4. Executar o programa e parear o teclado

Agora tudo está pronto para usar o teclado com o N800. Tenha a certeza de que o teclado não esteja na lista de dispositivos já registrados (pareados) com bluetooth. Se já estiver, basta remover.

Ligue o teclado bluetooth, entre na pasta do conteúdo descompactado do kbdd.tar e execute o arquivo btkbd, com os comandos:

cd /home/user/MyDocs/Programas/kbdd
./btkb

O sistema deve reconhecer o teclado e solicitar o código. Neste momento informe: 0000. O teclado estará pronto para uso.

Considerações finais

Nos testes realizados o teclado ficou configurado com o padrão inglês internacional, como é comum em notebooks importados. Os caracteres correspondem às teclas e os acentos podem ser combinados com as letras.

Neste blog há uma versão alterada do kbdd e os passos para obter sua última versão com melhorias propostas pelo autor.

Referências

Kbdd 1
Kbdd 2
Tutorial Kbdd 1l
Tutorial Kbdd 2
Bluetooth Profiles
Bluetooth 1.2
HID

Usando o Synergy para compartilhar teclado e mouse entre computador e N800/N810

1252019059 (3/09/2009) Comentários desligados

O Synergy oferece um modo simples de compartilhar mouse e teclado entre computadores. É uma solução por uso de software para evitar uma área de trabalho cheia de mouses e teclados ou a necessidade de ter um chaveador para usar múltiplos computadores em um mesmo local. O requisito é que estes estejam em uma mesma rede.

O aplicativo funciona entre diferentes sistemas operacionais. É possível utilizá-lo entre MacOS, GNU/Linux (incluindo Ubuntu e Maemo) e Windows e controlar a disposição física das telas, ou seja, informar se um monitor está à esquerda, à direita, acima ou abaixo de outro. Além disso,  é possível que um computador compartilhe mouse e teclado que foram compartilhados por outro computador. Esse compartilhamento em “cascata” permite o uso de vários computadores dispostos de diferentes maneiras.

Utilizar essa opção com o N800 pode ser interessante para quem gosta de mantê-lo ligado ao lado do desktop e acessar alguns aplicativos por ele. Isso é útil quando se quer, por exemplo,  criar novas entradas em tarefas, escrever tweets no Mauku ou adicionar itens a uma lista de compras. Ao invés de usar o teclado virtual ou manter um teclado exclusivo para o aparelho, é possível arrastar o cursor do mouse para a tela e usar o teclado do desktop/notebook para escrever o texto. É possível até copiar um texto longo no computador e colocar no dispositivo.

As funções do aparelho continuam iguais, independente do uso do Synergy. A única diferença é que além da stylus o usuário pode mover um cursor na tela aparelho como se fosse um computador. Ou digitar um texto usando o teclado convencional ligado ao computador. Se o aparelho ficar fora da rede do servidor ou se este for desligado, o N800 continua funcionando normalmente, apenas sem a opção de mouse e teclado, mas sem ter mensagens de erro.

O vídeo apresenta para quem tem visão além do alcance o funcionamento do N800 com um notebook. Um texto que é digitado no N800 é copiado, usando mouse e teclado do notebook, para um editor de texto no próprio notebook. Logo após esse texto é atualizado, copiado e colado novamente para o N800, sem utilizar a stylus.

Este post irá mostrar como pode ser feita a configuração do N800/N810 e de um computador para fazer o compartilhamento dos periféricos de entrada. O tutorial assume que computador e dispositivo já estão configurados com acesso a uma rede comum. A configuração será a de um aparelho com Maemo OS2008 e um computador com Ubuntu ou Windows.

Organizando as informações do computador e do N800

Para utilizar o Synergy é preciso obter o nome dos dispositivos utilizados como cliente (no caso, o N800) e o nome ou IP do computador utilizado como servidor (Ubuntu/Windows).

Nome do N800

O nome do N800 pode ser obtido no terminal da seguinte forma:

cat /etc/hostname

Como resultado deve ter sido exibido algo semelhante a

Nokia-N800-XX-X

Ubuntu

Apesar de o nome do computador poder ser usado, nos testes realizados a utilização do IP do servidor foi a que funcionou. Assim, para saber o IP do computador pode ser utilizado no terminal:

ifconfig

O IP utilizado deve ser o referente à rede compartilhada entre N800 e computador.

Windows

Para obter o IP do computador acesse o prompt e digite:

ipconfig
Preparando o computador

Ubuntu

Para instalar o Synergy abra o terminal do Ubuntu e execute:

sudo apt-get install synergy quicksynergy

O comando realiza a instalação do Synergy e do QuickSynergy. O segundo contém uma interface simples que permite gerar o arquivo de configuração utilizado pelo Synergy.

Terminada a instalação, execute o programa (possivelmente instalado em ‘Acessórios’ ou, para facilitar, use ALT+F2 e digite quicksynergy). O aplicativo permite determinar a posição do outro computador/dispositivo com relação ao monitor do servidor. Assim, caso o N800 fique localizado à esquerda do monitor, basta colocar seu nome no quadro da mesma direção. Essa configuração da posição permite que o cursor passe para o outro monitor (no caso o N800) quando a área da tela é ultrapassada.

Uso do QuickSynergy no Ubuntu

Uso do QuickSynergy no Ubuntu

O nome do aparelho deve ser o encontrado anteriormente na forma de Nokia-N800-XX-X. Determinado o aparelho, inicie o servidor clicando em Executar.

Windows

O primeiro passo é baixar e instar o programa. As opções estão disponíveis em http://sourceforge.net/projects/synergy2/files/.

Por ser apenas a versão do Synergy, sem a interface do QuickSynergy (disponível para GNU/Linux e Mac) o processo de configuração parece ser mais confuso.

Tela inicial de configuração do Synergy no Windows

Tela inicial de configuração do Synergy no Windows

É preciso escolher a opção Share this computer’s keyboard and mouse (server) para utilizar o Windows como servidor.

Uso do Synergy no Windows - Disposição das Telas

Uso do Synergy no Windows - Disposição das Telas

No quadro Screens, utilize o botão “+” para adicionar o N800. Para isso, use o nome encontrado anteriormente (de forma Nokia-N800-XX-X). A disposição do N800 com relação ao computador é configurada dentro das opções Links. Para o exemplo, o N800 foi configurado à esquerda, então foram criadas as configurações:

  • 0 to 100% of the left of Yves goes to 0 to 100% of Nokia-N800-43-7
  • 0 to 100% of the right of Nokia-N800-43-7 goes to 0 to 100% of Yves

Confirme as configurações e retorne à tela principal.

Preparando o N800

No N800, baixe o aplicativo e instale (basta clicar sobre o arquivo .deb que o Gerenciador de Aplicativos irá fazer a instalação) a versão mais recente do QuickSynergy. O aplicativo deve aparecer em Extras como QuickSynergy.

Antes de iniciar o cliente, é preciso configurar o cursor do N800 para que seja possível acompanhar o movimento do mouse na tela. Para isso, o cursor deve perder a transparência. Edite o seguinte arquivo: /home/user/.icons/default/index.theme

Uma forma de fazer isso é utilizando o aplicativo PyGTKEditor. Para tanto, entre no terminal e execute (para obter acesso como root utilize: rootsh):

root
pygtkeditor /home/user/.icons/default/index.theme

Irá aparecer o seguinte conteúdo:

[Icon Theme]
Inherits=xcursor-transparent

Comente a segunda linha de forma que fique assim:

[Icon Theme]
#Inherits=xcursor-transparent

Salve a alteração e reinicie o N800.

Atenção:

Colocaram o seguinte aviso no fórum com relação à alteração da transparência do cursor:

It seems that this tweak will destroy all status bar applet settings, ie. osso-statusbar-cpu at first, but reboot twice to get them back.

Após fazer as modificações não foram encontrados problemas.

Colocando para funcionar

Abra o QuickSynergy no N800, escolha a aba Client e digite o nome ou o IP do servidor (no meu caso apenas o IP funcionou corretamente).

QuickSynergy no Maemo

Uso do QuickSynergy no Maemo

Agora basta mover o cursor do pc até o canto direto da tela para que o mouse e o teclado passem a atuar no N800. 🙂

Dica: ligar o N800/N810 ao carregador e configurar para que ele não desligue a tela pode ser útil caso o acesso ao aparelho seja constante. Sem isso ele costuma desligar rapidamente e só volta a funcionar  com um toque na tela.

Problemas percebidos

– Quando aperto ENTER pelo teclado do pc o N800 apresenta o teclado de digitação com os dedos. Apertando novamente o ENTER o texto é inserido/executado.
– O N800 inicializa com o cursor sendo exibido, porém, em alguns momentos, ele some. Só continua aparecendo em alguns programas como editor de notas e x-term.

Outras informações

É possível utilizar o Synergy sem a interface do QuickSynergy. Uma das coisas que o aplicativo faz é criar em home um arquivo .synergy.conf com o seguinte conteúdo:

section: screens
nome-do-pc:
Nokia-N800-XX-X:
end
section: links
nome-do-pc:
left = Nokia-N800-XX-X
Nokia-N800-XX-X:
right = nome-do-pc
end

Para utilizar o synergy ativive o servidor executando no terminal:

    synergys -f --config synergy.conf

No N800 entre no terminal e digite:

    synergyc 192.168.0.103
Referências

– [Tutorial] https://help.ubuntu.com/community/SynergyHowto
– [Programa] http://synergy2.sourceforge.net/index.html
– [Dissusões sobre synergy no Maemo] http://talk.maemo.org/showthread.php?t=15044