Archive

Arquivo por Autor

(P) Review N900

1256294259 (23/10/2009) 91 comentários

Finalmente apareceu o primeiro review (preview?) do Free Bird. E o primeiro dispositivo a ser analisado é nada mais nada menos que o aparelho mais esperado do ano para Vegetando e Panaggio: N900!

Muita coisa boa para dizer do aparelho e alguns pontos ruins. Rolaram vários “wows” durante o (p) review, e várias decepções. Mas não vou estragar nada agora.

Avaliamos muita coisa em pouco tempo. Tivemos um N900 em nossa mãos por seis horas e produzimos mais de 1GB de material. Fotos, vídeos, audio e impressões escritas. Depois de digerir essas informações todas, escrevemos um resumo (por mais que o post esteja gigante) sobre nossas impressões do aparelho. Não colocamos nem 1/5 das fotos no post. Se quiser ver mais algumas, estão em um álbum no Flickr do Panaggio.

Antes de mais nada, três coisas muito importantes.

Um pouco da bagunça feita.

Um pouco da bagunça feita.

Esse N900 não é de nenhum de nós e também não caiu do céu. Pedimos autorização para Gustavo Barbieri, um dos poucos brasileiros que já tem um N900 para escrever um (p) review utilizando o aparelho dele há alguns dias, enquanto ele estava viajando. E ele aceitou! Ficamos loucos para poder escrever e até abusamos da boa vontade dele, importunando-o várias vezes. Marcamos um dia para ir até a empresa dele para fazer o review, e eles nos deu uma sala e tempo de sobra e o N900! Depois disso tudo, não sabemos nem como agradecer. Ficamos honrados e com uma dívida muito grande com a estadia e a oportunidade dada a nós pelo Barbieri.

Para quem não o conhece, Gustavo Barbieri é um dos poucos brasileiros que estiveram no Maemo Summit (que cobrimos em 5 posts aqui, dia 1, dia 2, dia 3, Quake III no N900 e Maemo Co-creation). Ele é dono do único N900 do Brasil até o momento (e que temos notícia) que não está em posse de alguém que trabalha no INdT ou ligado diretamente a esse orgão. Precisamente, Barbieri mora em Campinas, São Paulo, como Panaggio e Vegetando, onde é sócio-dono na ProFusion embedded systems, empresa que oferece consultoria,treinamento e desenvolvimento de software para dispositivos embarcados de toda sorte. Não é por sorte que ele hoje tem esse N900 em suas mãos.

Não foi possível determinar com precisão o que esse post realmente é. Ele não pode ser um review porque o N900 ainda não foi lançado oficialmente, e o software que está rodando no aparelho testado terá ainda muitas atualizações até que o N900 chegue às prateleiras. Mas também não é só um preview, já que todas as características do aparelho serão, em maioria, as mesmas presentes na versão que testamos. À essa indecisão colocamos a culpa pelo nome do post.

Esse post não foi escrito por uma pessoa só. Apesar do nome Free Bird aparecer estampado no topo desse post, Vegetando e Panaggio foram os seus editores. Isso foi feito porque que o WordPress não prevê que mais de uma pessoa seja responsável pela edição de um post.

Sem mais observações iniciais, vamos ao (p) review. \o/

Especificações

Especificações técnicas (Especificações Completas) novamente.

Característica Detalhes
Tela: 800 x 480 Touch Screen
Tamanho Dimensões: 110.9 x 59.8 x 18mm
Peso: 181 g
Teclado Slide-out QWERTY
Frequência de operação Quadriband GSM ( 850, 900, 1800, 1900)
3G WCDMA ( 900, 1700, 2100 )HSDPA/HSUPA/EDGE Class AGPRS Class A
Processamento Processador TI OMAP 3430 – 600 MHz1 core
Tipo de CPU: ARM Cortex-A8
Processamento Gráfico PowerVR SGX com suporte a OpenGL ES 2.0
Memória Memória SDRAM 256 MB
Memória NAND 768 MB (Pode ser usada como memória virtual)
Armazenamento 32 GB
Cartão de memória Micro SD, com Hot Swap e capacidade máxima de 16 GB
Outras características Acelerômetro 3D
Sensor de luz ambienteSensor de proximidade
Saída para TV
A-GPS
Stereo Handsfree SpeakersMaemo Update, Nokia Maps, Ovi Files, Ovi Share, Themes, Still Image Editor
Java pendente
Navegador Web Baseado no Mozilla – Compatível com HTML, XHTML e Flash Completo
Multimídia Sensor CMOS 5.0 Megapixel (Resolução: 2584 x 1938 )
Zoom Digital da Câmera: 3 x
Auto Exposure, Auto Focus, Carl Zeiss Optics, Exposure Compensation, dual led flash, Tessar™ Lens
Gravação de vídeo em resolução: 848 x 480
Taxa de Frames em gravação de Vídeo: 25 fps
Zoom Digital em Vídeo: 4 x
Gravação de Vídeo no Formato MPEG-4
Streaming de Audio e Vídeo
Receptor FMe Transmissor FM (88.1 – 107.9 MHz)
Resolução da Câmera Secundária: 640 x 480
Conectividade Infravermelho
Bluetooth 2.1 +EDR A2DP – Perfis: A2DP, AVRCP, FTP, HFP, HSP, OPP
Micro USB
Nokia AV 3.5mm
UPnP
USB 2.0 High-Speed
USB Mass Storage
WLAN support: 802.11b/g WEP, WPA e WPA2 (AES/TKIP)
Mensagens IM e SMS (MMS pendente)
E-mail (Mail for Exchange) IMAP4, POP3, SMTP
Nokia Messaging
Documentos suportados Excel, PDF, Powerpoint e Word (Edição pendente))
Bateria e Energia Bateria BL-5J 3.7V 1320 mAh
Carregamento por USB

Características Físicas

Construção

O aparelho é bonito, agradável de segurar e não passa qualquer impressão de fragilidade. Sua parte superior, onde fica a tela, tem uma espécie de plástico polido que dá uma sensação próxima à do black piano, mas que está longe de ter os problemas com arranhões que este tipo de material tem. Na outra parte o material também é de plástico, mas fosco, que não parece ser suscetível a arranhões, marcas ou rachaduras. A qualidade é realmente boa.

Ao segurar o aparelho dá para notar que ele é um pouco mais pesado do que parece. Parece ser o resultado do esforço da Nokia mantê-lo com dimensões menores do que a dos outros tablets, mas com grande quantidade de recursos. A sensação de segurá-lo passa longe de te fazer pensar que está segurando algo barato ou de pouca qualidade.

Frente do aparelho

Frente do aparelho

A tampa traseira é um pouco dura de ser removida. A dificuldade foi tão grande que nos fez chamar o dono do aparelho para abri-la, já que a força aplicada parecia ser capaz de estragá-la. Logo vimos que a dificuldade é normal e que a tampa dá um pouco de trabalho para ser removida. Ao contrário da abertura, o fechamento é simples de ser feito.

Parte traseira do aparelho

Parte traseira do aparelho

Para quem tem o costume de trocar de SIM card ou de retirar o cartão de memória do aparelho, é melhor se acostumar à abrir a tampa traseira. Para os dois casos é preciso removê-la, algo que deveria ter sido evitado pelo menos com relação ao cartão de memória. No caso do SIM card a bateria precisa ser removida para que ele seja colocado.

N900 com a tampa traseira e a bateria removidas

N900 com a tampa traseira e a bateria removidas

De modo geral o aparelho tem um visual limpo. A falta de botões físicos na parte da frente, em conjunto com a tela, ajuda a ter essa sensação. São mostrados apenas detalhes dos sensores de luz e de proximidade, câmera secundária, tela sensível ao toque e luz indicadora (para notificação de mensagens e outros avisos configuráveis). Os botões, localizados nas laterais, são apenas o Power, controle de volume, câmera e controle de travamento. Não há botões físicos para controle de ligações ou tarefas, o que acaba atrapalhando o uso do aparelho em alguns momentos. Por exemplo, caso se deseje ver as tarefas em execução quando estiver no navegador em tela cheia, é preciso deixar o modo de tela cheia, deixar visível o botão de tarefas e então clicar nele. Um botão de Menu, como aparelhos com Symbian costumam ter, tornaria mais fácil acessar as tarefas ou o menu principal.

A câmera traseira possui uma proteção semelhante à do Nokia N97. Pelo que foi observado o N900 não possui o problema que faz com que a proteção risque a câmera, como ocorre com o outro aparelho topo de linha da empresa.

Proteção da câmera aberta

Proteção da câmera aberta

As entradas do aparelho, ao contrário do que ocorre no 5800, não possuem tampas ou coberturas. Elas ficam o tempo todo acessíveis, o que torna mais prático conectar e desconectar os cabos, sem ter que ficar usando a unha ou a stylus para conseguir abrir as proteções. Por outro lado, protege menos os contatos na parte interna das portas, o que permite a entrada de poeira e as expõe à outros materiais que podem acabar entrando.

Teclado

O teclado do N900 é pequeno, mas confortável para digitar. As teclas são macias e não exigem força ou precisão para funcionarem. Nas teclas ‘F’ e ‘J’ há saliências que auxiliam à se posicionar corretamente no teclado, apesar de elas serem difíceis de serem sentidas. A abertura do teclado é boa, mas é possível notar que não é tão “lisa” quanto a de outros aparelhos. Ao contrário do N97, a tela não pode ser inclinada sobre o teclado.

Os botões direcionais, presentes no N800, N810 e N97 deram lugar às setas, como em um teclado de computador. Apesar de ser possível pressionar sem querer outras teclas próximas, como o ‘ENTER’ ou o ‘.’, essa substituição não pareceu ser um problema. No caso de jogos a troca pode permitir uma agilidade maior ao colocar dois dedos nas teclas de ‘<‘ e ‘>’, e ter uma velocidade maior ao pressioná-las.

Teclado do N900 com layout dos Estados Unidos

Teclado do N900 com layout dos Estados Unidos

Não há luzes indicadoras da tecla ‘FN’ (representada como uma seta) ou ‘Shift’ ligadas ou botões que dão acesso à funções do aparelho, como menu. Isso é algo comum em aparelhos QWERTY da HTC, como o Kaiser, e pode ser visto em dispositivos de outras marcas, como o LG Calisto. Contudo, não foge do padrão dos teclados QWERTY slide dos aparelhos da Nokia. O teclado, porém, pode ser bem aproveitado pelo uso de combinações de teclas (http://nokiaexperts.com/tips-shortcuts-handy-tidbits-nokia-n900-user-guide/). Foi observada apenas uma dificuldade para pressionar as teclas ‘CTRL’ e ‘Shift’ ao mesmo tempo, combinação muito útil em vários dos atalhos listados no Nokia Experts.

Algo que ficou estranho no teclado foi a tecla de espaço localizada à direita (como também ocorre no N97). Além de fugir um pouco do padrão dos teclados, isso pode reduzir a velocidade de digitação nos casos em que uma letra à direita foi digitada e o dedo da mão esquerda poderia pressionar o espaço imediatamente após. É um detalhe, mas que torna a experiência de uso melhor, principalmente após se acostumar com o teclado.

Teclado do N900 - Fileiras superiores podem ser um problema para digitar

Teclado do N900 - Fileiras superiores podem ser um problema para digitar

Uma dificuldade que pode surgir para algumas pessoas é a de pressionar as teclas superiores e ser atrapalhado pela camada superior do aparelho, onde a tela fica. Para o Panaggio isso não chegou a ser um problema, mas para o Vegetando chegou a incomodar em alguns momentos. Esse mesmo problema foi observado no Xperia X1. (Esse problema é agravado se você roe unhas. Logo, eis um bom motivo para parar :-)).

Por ter um layout do padrão Americano o teclado do N900 testado não possui atalhos para acentos. Isso gera um certo problema durante a digitação de textos, já que é preciso apertar a tecla FN, em seguida Sym e então escolher na tela o acento ou caracter especial desejado. O problema pode ser resolvido caso o aparelho seja lançado no Brasil ou em uma versão de Portugal.

Suporte

Suporte localizado ao redor da câmera

Suporte localizado ao redor da câmera

Uma das coisas que mais decepcionou no N900 foi o suporte pela alça traseira. Vários pontos negativos para a alça e nada positivo. E para aqueles que estão acostumados a usar o N800/N810 apoiado na alça, esperem uma grande diferença.

Para começar, a alça tem um único nível de inclinação, contra 2 níveis no N800 e 3 níveis no N810. O que significa que ou o aparelho está deitado, ou naquela posição que a alça proporciona. Primeira bola fora.

Segundo ponto negativo, essa inclinação oferecida pela alça é bem ruim, a maior inclinação dentre todos os outros dispositivos da família. A tela fica tão tombada que praticamente não tem muita utilidade.

N900 apoiado sobre o suporte.

N900 apoiado sobre o suporte.

Mais um, e já é o terceiro: além de ser pequeno com relação à altura do aparelho, é pequeno também na largura. Isso não seria um problema se a alça desse o suporte necessário, mas não tem jeito. O aparelho fica completamente instável. Se a base onde está apoiado tremer, ele chacoalha bastante. Se você tentar usar o teclado, essa instabilidade atrapalha bastante. E se você tentar tocar na tela sem segurar o aparelho, esqueça. Vai passar raiva. Se a superfície não for aspera, ele chega inclusive a escorregar.

Suporte não fornece um apoio completo ao aparelho.

Suporte não fornece um apoio completo ao aparelho.

Tela

A tela é ótima. Fantástica. A sensibilidade é muito boa, provavelmente uma das melhores telas resistivas de aparelhos desse porte, mas não chega a ser comparável à do iPhone. Ela é bem consistente, não passa a impressão de fragilidade, tem uma superficie lisa. É quase como ter um vidro sobre a tela. Não é possível notar um “click” como o que ocorre ao se tocar na tela do Nokia 5800. A não ser que se tenha uma audição vulcaniana como a do Panaggio, que foi capaz de ouvi-la, ainda que sutilmente.

Boa construção com materiais resistentes e agradáveis.

Tela com boa sensibilidade ao toque e cores vivas.

As cores da tela são vivas. Seu uso, mesmo sob o Sol, é muito bom e dá para ver o conteúdo claramente. Nesse quesito, os antecessores 770 e N800/N810 ficam no chinelo.

Tela desligada vira um espelho

Tela desligada vira um espelho

O uso ainda é beneficiado pelo hapitics, que faz com que se sinta uma sutil vibração em resposta ao toque na tela. Mesmo com sua boa sensibilidade ao toque, foi possível notar que o uso da stylus tem um resultado melhor em várias ocasiões, permitindo que o contato seja ainda mais leve.

Falando em stylus, ela é ótima! Seu comprimento longo permite uma acomodação melhor na mão, como uma caneta normalmente tem. Não é preciso segurá-la como quem segura um alfinete ou palito. Sua espessura também a torna mais resitente e não é possível entortá-la, como pode ser feito com a stylus do Nokia 5800.

Stylus - comprimento longo garante conforto ao usar.

Stylus - comprimento longo garante conforto ao usar.

Mapa do aparelho

N900 - Mapa de hardware

N900 - Mapa de hardware - Frente

N900 - Mapa de hardware

N900 - Mapa de hardware - Verso

N900 - Mapa de hardware

N900 - Mapa de hardware - Lateral

N900 - Mapa de hardware

N900 - Mapa de hardware - Lateral

N900 - Mapa de hardware

N900 - Mapa de hardware - Parte superior

N900 - Mapa de hardware

N900 - Mapa de hardware - Parte inferior

Aplicativos

Office

Suporte a documentos do Office

Suporte a documentos do Office

Para trabalhar com arquivos nos formatos doc, ppt e xls (e suas variações mais recentes, terminadas com ‘x’) está disponível o Docs to Go Viewer Edition, uma versão limitada que permite apenas a visualização destes formatos. Apesar das restrições, a visualização funcionou bem para apresentações e documentos pesados. Não foi percebida qualquer lentidão na visualização dos documentos, a velocidade foi de espantar.

Cabe ressaltar que já estão previstas outras soluções para documentos do Office, como o também visualizador KOffice e uma prova de conceito com o Open Office, que permite criar e editar documentos. Logo se vê que o aparelho terá um grande potencial para trabalho, mesmo que pertença à linha N da Nokia, ao invés da E.

Leitor de PDF

Outro aplicativo que funcionou muito bem, com boa velocidade, foi o leitor de PDF. Apesar de não ter os mesmos gestos que o navegador, como a forma de passar pelas páginas e dar zoom, foi uma agradável surpresa ver um documento com mais de 5MB sendo exibido e ter suas páginas passadas com boa fluidez. Só foi notada uma lentidão atípica quando a página tinha figuras bem detalhadas que cobriam a tela inteira.

Visualização de figuras

O aplicativo de visualização de figuras está bem rápido e permite uma boa visualização. As imagens são adaptadas conforme o aparelho é girado. Não importa se ele está na vertical, horizontal ou de cabeça para baixo, a imagem é ajustada para ser mostrada corretamente. As transições são rápidas e sem qualquer travamento.

Canola

Canola

Canola

O Canola 2 está entre os programas instaláveis no Maemo 5. Nada de muito surpreendente, porque não havia nada de muito novo para se ver mesmo. Na realidade, se comparado com a última versão do Canola para o Maemo 4, não há diferença alguma. Afinal, o Canola nos respectivos repositórios foi atualizado recentemente para a mesma versão.

Depois de usar o N900 por uns minutos, você percebe ao usar o Canola que muito do Maemo novo foi copiado inspirado de lá. A experiência toda do Fremantle é muito parecida com a experiência do Canola. E isso trás um problema extra: segundo o Barbieri, como a interface dos aplicativos padrão do Maemo que realizam as tarefas do Canola foram muito bem feitas, talvez nem faça mais sentido continuar evoluindo o Canola para esse tipo de dispositivo. Uma pena.

Mauku

Mauku - Cliente de microblog no Maemo

Mauku - Cliente de microblog no Maemo

O Mauku 2, promessa de resolver todos os nossos problemas com relação a microblogging no Maemo, é um fiasco. O aplicativo é bem simples, mas simples até demais. Até agora, ele permite fazer apenas três coisas: atualizar seu status, mostrar seu stream e mostrar seus contatos. Falta muito chão para o Mauku ser um bom cliente para microblogging. O que indica até o momento que falta muito chão para o Maemo ter um bom cliente para microblogging.

Maemo - Opções de interação para um tweet

Maemo - Opções de interação para um tweet

Terminal

O terminal não mudou nada com relação ao N800/N810. O que significa que o terminal do N900 não é muito diferente de qualquer terminal que você utilize (isso se você utiliza). Para realizar operações como super usuário basta digitar root, uma simplificação interessante com relação a versões anteriores. E um pouco mais perigosa.

Terminal do Maemo

Terminal do Maemo

Gerenciador de Arquivos

Nada muito diferente da versão anterior, o programa de arquivos continua oferecendo as opções básicas para navegação e gerenciamento de arquivos. Ainda precisamos de um gerenciador de arquivos decente.

Gerenciador de Arquivos do Maemo - Simplicidade

Gerenciador de Arquivos do Maemo - Simplicidade

Foreca Weather

Uma das opções para visualização de informações sobre tempo é o Foreca Weather. Além de ter um widget para exibir um resumo na página principal, é possível acessar o aplicativo e ter mais detalhes sobre o tempo. Previsão para os próximos 9 dias, umidade, visibilidade e os horários de nascer e de pôr do sol são algumas das informações exibidas.

Previsão do Tempo - Tela inicial

Previsão do Tempo - Tela inicial

Jogos

Bounce Evolution

Bounce Evolution

O N900 vem com alguns jogos pré-instalados e é possível instalar outros tantos. Vários jogos simples, que todos já estamos cansados e outros muito bons, com gráficos, audio e jogabilidade de cair o queixo.

Alguns dos jogos pré-instalados são Marbles, Blocks, Chess e Mahjong. Nada de muito diferente das versões anteriores, nem muito diferente das versões encontradas em vários dispositivos e sistemas diferentes. Estão aí para te distrair quando nada mais puder fazer isso.

O N900 também vem com o Bounce Evolution instalado, que é de longe muito melhor que a versão disponível para S60v5, Bounce Touch. Para começar, os gráficos são mais reais, não usando apenas cores, mas também textura e iluminação decentes. Outro atrativo do jogo é o controle, feito por meio do acelerômetro do aparelho. Nada de ficar tocando na tela para fazer a bolinha correr: mova o aparelho para frente, para trás, para os lados, e a bola acompanha. Mova o aparelho rapidamente para cima, e a bola pula. Tudo muito simples e intuitivo. Talvez não para o Vegetando, que pastou um pouquinho para jogar :-). Veja o vídeo.

Mas há muita coisa interessantes nos repositórios. A começar pelos emuladores de outros dispositivos. Nintendinho (iNes), Super Nintendo (DrNokSnes), Game Boy (vgb), Game Boy Advance (vgba), ColecoVision (colem) e alguns outros já estão disponíveis para download. E se você quiser jogar com seu controle bluetooth favorito, você pode instalar o Zeemote Control Panel e pronto.

Emulador SNES

Emulador SNES

Alguns jogos muito interessantes que também encontramos nos repositórios são NumptyPhysics, também presente no Maemo 4, Frozen Bubble 2, que é completamente viciante (não comece a jogar se você não puder perder horas fazendo isso) e Wormux, clone de Worms para GNU/Linux. Não testamos nenhum deles no N900 por falta de tempo, mas eles já terem sido portados para N900 já é muita coisa :-).

Por fim – e não poderia faltar – é possível também jogar Quake III Arena no aparelho, que nós já haviamos anunciado. Ele já estava instalado no N900 do Barbieri, mas não conseguimos rodá-lo, em nenhuma das várias tentativas. (E isso foi muito frustrante :-(). Não sabemos o motivo de não ter rodado conosco, mas como já vimos rodando em outras oportunidades, ficamos em uma vontade grande de testar e checar a jogabilidade. Pena que não rolou.

[EDIT] Barbieri nos contatou recentemente e nos contou qual foi o problema pelo qual não conseguimos rodar o Quake III: no N900, só havia o binário (o jogo em si), faltavam os dados do jogo.[/EDIT]

Conectividade

Opções para a troca de dados não faltam: infravermelho, bluetooth, Wi-Fi, 3G e USB. Apesar de algumas funcionarem por meio de aplicativos específicos, os serviços já estão com bom funcionamento e já atendem à demanda de uso no dia a dia.

Opções de gerenciamento de perfil e conectividade

Opções de gerenciamento de perfil e conectividade

Infravermelho

A primeira opção para uso não deve ser a troca de dados, a não ser que se utilize algum equipamento com restrições de conectividade. A utilização mais interessante parece ser o uso do aparelho como um controle remoto (anseio de muitos geeks e nerds por aí), utilizando o Irreco , já disponível no repositório de aplicativos, como visto em http://irreco.garage.maemo.org/. Outro ponto que pode ser útil é pelo uso de teclados mais baratos, com comunicação em infravermelho, desde que estes possam ser utilizados normalmente.

Bluetooth

Configuração de funcionamento do bluetooth

Configuração de funcionamento do bluetooth

Também possui o potencial de ser usado como controle remoto para diversas aplicações, utilizando o Blue Maemo para isso. O aplicativo já está presente no repositório e pôde ser visto nos testes. Mas o controle de outros aparelhos é apenas uma opção um pouco mais criativa dele. A troca de informações e o uso de acessórios devem ser as aplicações mais comuns.

A conexão com outros aparelhos pode ser feita corretamente. Depois de pareado, puderam ser trocados arquivos do N900 para o 5800 e vice-versa. No teste com o teclado bluetooth Nokia SU-8W, foi possível reconhecer o acessório e concluir o pareamento, mas não houve nenhuma resposta às funções do teclado. O suporte deve vir posteriormente. Uma observação tem que ser feita: o teclado parece ter sido feito para o N900. O espaço que há para acomodar os aparelhos fica do tamanho exato do dispositivo, o que pode compensar a falta de um suporte decente, já que o teclado da Nokia oferece várias opções de inclinação.

Configuração de dispositivos bluetooth

Configuração de dispositivos bluetooth

Wi-Fi

Enquanto estávamos com o aparelho várias redes foram identificadas e apresentaram um bom sinal. Porém, o teste de acesso a Internet ficou limitado ao uso por 3G, já que as redes tinham acesso privado. Querer usurpar o Wi-Fi da ProFusion além da sala e do N900 nos parecia demais.

Conexões disponíveis 3G e Wi-Fi

Conexões disponíveis 3G e Wi-Fi

Rede 3G

O funcionamento do 3G, por sua vez, pôde ser bem realizado. Colocado o SIM card, o aparelho fez uma nova configuração dos dados (idioma, horário, …), mas fez o reconhecimento da rede sem qualquer configuração (mostrado no vídeo abaixo).

O sinal da rede foi suficientemente forte e a velocidade da rede chegou a 1Mbps no http://speedtest.net (o valor esperado dentro do plano contratado da operadora).

Teste de velocidade de conexão 3G

Teste de velocidade de conexão 3G

USB

Ao ser conectado pelo cabo, através da porta micro USB, foram dadas as opções de fazer a conexão como dispositivo de armazenamento ou PCSuite. Os dois modos funcionaram bem e tiveram velocidade de transferência rápida.

Telefone

Agora vem a função que porá fim às frustrações de muitos (ex)interessados no N800/N810: telefone. O suporte aos recursos de telefone ainda tem algumas deficiências, mas já deve atender à grande parte do que os usuários precisam.

Ligação no N900

Ligação no N900

As ligações podem ser feitas a partir de um contato, digitando os números na tela ou no teclado físico. A qualidade das ligações é boa, mas nada extraordinário que tenha sido notado. O modo de ligação funciona tanto com o aparelho na horizontal quanto na vertical. As ligações ainda podem ser feitas com viva voz. Quando o telefone toca para uma ligação que está sendo feita para o aparelho, é possível silenciá-lo virando sua tela para baixo, como mostrado em vídeo — essa,inclusive, foi a primeira opção feita quando o teste de ligações para o aparelho foi realizado 🙂 .

O aparelho ainda não possui muitas possibilidades de personalização com relação a toques personalizados para grupos ou contatos. Há apenas duas opções de perfil: geral e silencioso. O modo offline, também conhecido como modo de vôo, deixa as opções de conectividade desabilitadas. Nas configurações é possível definir opções de desvio de chamadas, chamada em espera e vibração do aparelho.

A parte de mensagens também funciona com o básico. É possível enviar SMS, mas não MMS (pelo menos por enquanto). O envio de SMS, no entanto, segue o padrão de qualidade da empresa e envia corretamente as mensagens que excedem o limite de caracteres, contando como duas. A visualização das mensagens exibe smiles feitos com caracteres.

Envio de SMS

Envio de SMS

Há registros das chamadas realizadas e recebidas. Caso um número não esteja registrado, pode-se adicioná-lo à lista de contatos, discutida abaixo, em Organização Pessoal.

Registro de chamadas

Registro de chamadas

Multimídia

Audio e Vídeo

A reprodução de audio e vídeo é muito boa. O vídeo era de se esperar: com uma tela boa e um ótimo hardware, era quase impossível fazer a receita dar errado. O audio causou surpresa pela qualidade não esperada por conta do tamanho do dispositivo.

A qualidade do som do aparelho é muito boa. Ouvir um N900 tocando música é como ouvir em um rádio bem mais potente. No entanto, não há grandes diferenças para o som do N800. Mas manter a qualidade do som tendo um espaço bem menor para acomodar os alto-falantes foi um feito da Nokia nesse aparelho. Comparar o audio do N900 com o audio do 5800 é praticamente covardia. A diferença é clara. N900 é muito superior.

Music Player

Music Player

Um grande problema citado pelo Gustavo Barbieri que não teríamos notado é sobre o sampling rate utilizado pelo N900. É fato que a maioria dos arquivos de audio e vídeo que ouvimos por aí possuem sampling rate de 44kHz (que é utilizada nos CDs). Indo na direção contrária (acima talvez), o sampling rate do N900 é de 48kHz (como nos DVDs) e isso não é uma diferença que deveria ser significativa nessa avaliação. Porém, por algum motivo ainda não totalmente decifrado (provavelmente a estratégia de resampling utilizada não é das melhores), ao tocar audio em qualquer sampling rate diferente de 48kHz, a CPU sobe para 30% (e ao tocar música isso deveria ser perto de nada). Há o que melhorar nesse sentido, já que não dá para jogar fora tanta bateria (com o consumo de CPU) só porque o dispositivo não consegue lidar com audios em “taxas de amostragem” (como fica feia a tradução) que são diferentes do esperado por ele. Principalmente porque esse formato não é o mais comum para audio.

Utilizando o player de vídeo padrão do Maemo 5, tentamos rodar diversos vídeos que levamos para testar o aparelho, mas apenas um deles teve sucesso, muito provavelmente por problemas com a codificação do audio ou do vídeo. Para testar a capacidade de exibição utilizamos os vídeos que já vieram com o N900 e acompanhamos a qualidade. A exibição foi muito boa, sem lags e com uma qualidade impecável. Não podia ser diferente, com a ótima tela e com o hardware execelente do N900.

Segundo as especificações do aparelho, os formatos de vídeo suportados para reprodução no player padrão são mp4, avi, wmv e 3gp, com codecs H.264, MPEG-4, Xvid, WMV e H.263. Os formatos de audio suportados são wav, mp3, AAC, eAAC, wma e m4a. Para gravação de video, o formato de utilizado é mp4 com codec MPEG-4. E para audio, as opções devem ser limitadas também a wav e alguma outra.

Apesar do reprodutor de filmes padrão não ter funcionado para nenhum dos vídeos que levamos, não tivemos a oportunidade de testar tais vídeos no MPlayer. (Panaggio aposta que no Mplayer tudo funcionaria normalmente, mas vai ficar para a próxima).

Câmera

A câmera do N900 surpreendeu. E muito. Dificilmente será possível tirar fotos com qualidade melhor com alguma outra câmera de 5.0MP. Auto foco é muito bom, o flash é razoável e a qualidade final das fotos não se compara com a média. Para filmes, a câmera também é boa, mas não observamos resultados tão expressivos.

Começando pela fotografia. O foco automático é muito bom. Reconheceu objetos próximos e distantes muito bem, colocou o foco neles direitinho. Nada daquelas longas tentativas frustradas de focar alguma coisa, torcendo para o aparelho acertar. Pode-se dizer até que é melhor que o autofoco de muitas câmeras digitais do mercado.

Fotografia tirada pelo N900

Fotografia tirada pelo N900

O flash é o padrão da NSeries, Dual LED, igual ao de outros modelos como N95 (um dos poucos NSeries que testamos a bastante a câmera). Que também é muito parecido com o flash do 5800 e que não é o xenon do N82. Nada de muito relevante a declarar. Como era de se esperar, não é possível tirar fotos profissionais que precisem de flash com ele. É exigir muito de um flash Dual LED.

Mesmo com um flash normal, as fotos tiradas com ele ficaram excelentes. Não tem do que reclamar em termos de câmera de smartphone. É provavelmente a melhor câmera de smartphone, de longe.

Filmar com o N900 também é muito bom. Os filmes ficaram nítidos o suficiente para ninguém reclamar da qualidade no YouTube. Mas comparados a videos feitos com outros smartphones com câmera decente, os resultados não foram tão diferentes assim. Levemente superiores em uns casos, levemente inferiores em outros. Mas como a habilidade com videos dos dois editores desse blog é quase nula, os resultados aqui apresentados não são tão conclusivos. Veja o vídeo do Bounce Touch gravado pelo N900.

FM

Infelizmente, não conseguimos testar nem o receptor nem o transmissor FM. É triste não termos conseguido porque era uma coisa com a qual estávamos empolgados.

Transmissor FM

Transmissor FM

Navegação Web

Navegador padrão do Maemo 5

Navegador padrão do Maemo 5

O browser do N900 foi mais um dos pontos de surpresa do aparelho. Como muita gente gosta de dizer, Gecko (engine do Firefox) é muito lento comparado com Webkit (apesar do Panaggio insistir em dizer que há controversias). Mas o browser do N900 em nenhum momento deu pinta de ser lento.

Começamos testando o Free Bird. Navegação tranquila, renderização de imagens ótima. Navegação fluiu, sem enroscos.

Abrimos GMail, Google Reader (na versão clássica, não nas versões para mobile), Google Wave e tudo fluiu. Lógico que não com a mesma experiência do desktop, mas rápido o suficiente para não causar panico, raiva, ódio ou qualquer coisa do gênero. Teve um lag aqui ou outro ali, mas tudo completamente aceitável para dispositivo móvel rodando tais páginas. Não abusamos também, abrindo waves gigantes ou threads de email monstruosas. Mas pela experiência que tivemos, não deve acontecer nada desastroso nessas circunstâncias.

Google Wave aberto no browser do Maemo 5

Google Wave aberto no browser do Maemo 5

O cache do browser funcionou fantasticamente. Ao abrir pela primeira vez o Free Bird por exemplo, demorou um bocado para podermos ver a página completa. Depois disso, qualquer link dentro do Free Bird abriu muito rápido.

O histórico do browser foi outro ponto de facinação. O acesso é bastante simples – deslisar o dedo do canto direito para o esquerdo da tela -, mas pouco intuitivo. Os thumbnails das páginas tem um tamanho muito bom e ajudam bastante na navegação.

Histórico de navegação

Histórico de navegação

Fizemos um pequeno vídeo de algumas das características que testamos na navegação. Alguns pontos interessantes são o zoom fazendo circulos na tela ou pelos dois toques e o histórico.

Organização Pessoal

Um ponto que foi possível notar evolução com relação ao N800/N810 foi o relacionado a gerenciamento de dados pessoais, coberto por calendário, notas, tarefas e contatos. A solução já presente no Maemo 5 tem uma interface melhor trabalhada, mais intuitiva e agradável de usar. Há opção para o gerenciamento de várias agendas, que podem ser dividas, por exemplo, entre atividades acadêmicas, pessoais e profissionais. No momento da visualização da agenda, seja por dia, semana ou mês, as cores aparecem para destacar cada contexto das atividades programadas.

Agenda no Maemo 5

Agenda no Maemo 5 - Visualização mensal

Ao registrar uma atividade é possível programar alarme, fazer a escolha de esconder itens cumpridos ou apagá-los assim que isso ocorrer. A forma de inserção de datas está bem prática, com uma espécie de rolagem por dia, mês e ano e, em seguida, hora e dia. Visualmente essa forma de uso é bem agradável. As opções já parecem ser mais completas do que a agenda do Symbian. Para acompanhar as atividades programadas, o widget para desktop pode ser adicionado, exibindo as ocorrências mais próximas.

Agenda no Maemo 5 - Visualização Semanal

Agenda no Maemo 5 - Visualização Semanal

O gerenciamento de contatos também cobre recursos básicos para uma boa utilização. Há opções para unir, exportar e agrupar contatos. Nas opções de exibição é possível definir qual nome mostrar, como nome e sobrenome, sobrenome e nome e apelido. As informações que podem ser guardadas são amplas, incluem as mais básicas, como telefone, dados de trabalho e endereço, e também outras formas de contato, como com serviços Skype, Jabber, MSN, etc. Além disso é possível criar adicionar outros campos, como página Web, e-mail e guardar notas sobre o contato.

Gerenciamento de contatos

Gerenciamento de contatos

Os recursos para gerenciamentos têm o essencial para permitir a organização pessoal. O aparelho já dá suporte ao sincronismo com servidor Exchange para e-mail, contatos, atividades, tarefas e notas. Para quem quiser outras opções é possível instalar o conjunto de aplicativo GPE, já presente no N800/N810, Evernote, Conboy e outros.

Gerenciador de Aplicativos

Gerenciador de Aplicativos

Gerenciador de Aplicativos

A forma de gerenciar os aplicativos não mudou desde o N800/N810. Estão disponíveis as opções de adicionar, remover e atualizar os programas, sendo que existem opções de edição dos catálogos e de filtro dos itens por categorias. A lista de aplicativos disponíveis é extensa e já cobre uma variedade bem razoável de funções.

O gerenciador é uma ótima forma de encontrar a solução para algo que se quer. Basta procurar por nome ou descrição serão exibidos programas que podem ser instalados pelo usuário no momento. As atualizações de aplicativo não são verificadas apenas quando o usuário solicita. Assim que uma atualização se torna disponível no repositório o aparelho passa a exibir uma notificação de que é possível atualizá-lo.

Opções de aplicativos para instalação

Opções de aplicativos para instalação

Ovi Store

Apesar do ícone estar disponível na lista de aplicativos, ao tentar acessar a loja da Nokia a mensagem obtida é a de que em breve estará disponível. A página acessada é: http://maemo.nokia.com/maemo-select/, que muda sua apresentação quando reconhece que o dispositivo que a acessa é o N900.

GPS

Nokia Maps

Nokia Maps

O aparelho já tem disponível o Nokia Maps. O que pôde ser notado é que a versão do N900 ainda demora um pouco para abrir em comparação à versão do Nokia 5800. Porém a localização da posição foi rápida no N900, mesmo dentro de uma sala com janelas fechadas. O vídeo gravado mostra a utilização do N900 ao lado do 5800 com o programa de mapas. Outro vídeo que mostra as diferenças entre o 5800, o N97 e o N900 pode ser vista no vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=HoCNRreLPYE.

Parte da demora em carregar os mapas pode ser por conta da construção do aplicativo de mapas. Segundo Barbieri, o aplicativo foi construído como “uma webpage que roda sobre o browser do dispositivo”. Ou ela roda sobre o renderizador do browser, o Gecko? Difícil afirmar com certeza sem ver o código ou testar mais ostensivamente o software.

Localização no mapa pelo GPS

Localização no mapa pelo GPS

Outro ponto importante é que o teste feito por nós, como a maioria dos teste de GPS feitos por aí, não dão a certeza de que um GPS é mais rápido que o outro. Vários testes deveriam ser feitos para tirar conclusões mais profundas.

Tweaks & Modding

Adicionar, remover e configurar atalhos e widgets é outro ponto forte do dispositivo. Isso tudo só porque não tem complicação. Se você estiver na home screen, você toca no topo da tela e aparece uma engrenagem, indicando configurações. Toque na engrenagem, e o home screen fica editável. Mudar widgets e atalhos de lugar, excluí-los e tudo muito intuitivo, incluindo trocar um widget de tela. Toque na barra central no topo, e opções de adição de widgets, atalhos, bookmarks e outras coisas aparecem. Toque em concluído, e pronto. Fácil fácil.

Desktop

Desktop

Mudar os temas no Maemo 5 é bem simples, não tem segredo algum. Tão simples quanto nas versões anteriores. Estando nas configurações, basta escolher “temas” e escolher um dos temas listados. No mesmo modo de configuração do home screen, também é possível selecionar temas. É possível ser mais simples que isso?

Tema alternativo para o Maemo

Tema alternativo para o Maemo

faltou um gerenciamento de diferentes perfis, como acontece nos aparelhos da HTC com Sense. Poder configurar vários home screens diferentes para momentos diferentes da vida ia ser formidável. Não parece ser pedir demais. Na realidade, parece bem factível que mais alguém com o mesmo anseio implemente essa feature.

Outra área de trabalho disponível, dentre as 4

Outra área de trabalho disponível, dentre as 4

Mas até aqui tudo é modificações de preferências visuais. Layout daqui, widget dali. Mas com o N900, você pode descer mais. Você não está contente com a quantidade de memória virtual? A princípio, isso deveria ser facilmente alterado, bastaria criar uma nova partição swap no cartão e tudo resolvido. Gosta de um software livre que roda em GNU/Linux mas para o qual ainda não existe uma versão para N900? Portar é uma solução viável. E segundo algumas fontes, até bem simples. Mas isso são só exemplos ilustrativos e bem simples. Praticamente qualquer coisa que você é capaz de fazer num sistema GNU/Linux, no Maemo também é possível.

Mas tem gente que desceu ainda mais o nível. Afinal, é possível descer. Pela diversidade de projetos submetidos ao Nokia Push, fica claro que hackear com/o N900 é uma coisa completamente factível. E em alguns casos, até bem simples, dado o seu nível de conhecimento técnico.

Bateria

Como tivemos poucas horas com o aparelho, não dá para fazer uma análise precisa da autonomia da bateria. Recebemos o aparelho às 16, com seu status entre no primeiro nível abaixo de cheio, que corresponde a algo entre 75% e 50%. Por volta das 18:30 o status da bateria foi exibido no nível entre 25% e 0%, o que nos forçou a conectar o aparelho ao notebook para ser carregado.

Durante os testes o aparelho teve seus diversos recursos testados. Tirou fotos, gravou vídeos, teve quase 200 screenshots tiradas, foi reiniciado para ter o SIM card trocado, acessou a Internet por 3G, utilizou GPS, executou jogos, trocou arquivos por bluetooth e abriu vários aplicativos. O uso foi realmente intensivo.

Pela opinião do Barbieri, que já tem utilizado o aparelho por vários dias, a bateria realmente tem uma autonomia menor do que deveria ter.

Conclusões

O N900 é um dispositivo fantástico, com muitas características que surpreendem e sobem a bola dele para cima, e alguns pontos em que a Nokia ainda tem que trabalhar um pouco. Aí vai a lista que resume essas características:

Pontos fortes

  • Tela: ótima sensibilidade, boa sensação de toque, possui haptics, cores vivas e funciona bem mesmo sob o sol;
  • Velocidade: aplicativos abertos rapidamente e boa fluidez na execução, mesmo com vários aplicativos abertos;
  • Construção: material com boa qualidade, resistente e que passa firmeza ao segurar;
  • Fotos: imagens geradas tem ótima qualidade
  • Audio: alto-faltantes pequenos mas potentes fazem a diferença na reprodução de audio
  • GNU/Linux: sistema operacional baseado em GNU/Linux confere grande potencial de personalização e porting de aplicativos de outras distribuições.

Pontos fracos

  • Inserção complicada de caracteres: a inserção de caracteres exige que muitas teclas sejam pressionadas, inclusive com seleção na tela
  • Suporte: suporte sem opções de inclinação, pouco apoio e utilidade
  • Falta de botões físicos: a necessidade de ter que dar mais do que um toque para acessar funções comuns como encerrar aplicativo ou mostrar tarefas abertas poderia ser evitada;
  • Inacabado: sem suporte (por enquanto) a Java , MMS e modo retrato
  • Bateria: poder de hardware do equipamento compromete autonomia da bateria.

N900 é o dispositivo que nós, Panaggio e Vegetando, escolheriamos se nos fosse dada a opção de ter apenas um. Substitui muito bem o N800, que ambos temos, e serve como um ótimo smartphone, que sabemos que é muito mais do que isso. Falando em N800 e substituição, vale a pena ver algumas fotos das mudanças que ocorreram entre 770, N800, N810 e N900.

Evolução: 770, N800, N810 e N900

Evolução: 770, N800, N810 e N900

A evolução também pode ser notada nas stylus e capas

A evolução também pode ser notada nas stylus e capas

Um aparelho que faz juz ao nome. N900 é realmente um computador portátil.

Se você tiver qualquer sugestão de alterações no review, como adição, remoção ou modificação de tópicos, nos comunique por favor. Foi nosso primeiro review, então ainda precisamos acertar muitas coisas.

Categorias:Preview, Review Tags:, , , ,